WhatsApp e Fake News - Como lidar com isso na sua campanha eleitoral?

As últimas eleições foram marcadas pelas Fake News. Usadas como instrumento de manipulação elas com certeza estarão presentes na eleição de 2020. Já sabe como lidar com isso? O que fazer quando sua campanha ou sua imagem for atingida por uma dessas mensagens? O post blog de hoje vai te apresentar boas saídas!



Eu tenho certeza que a eleição de 2020 também será marcada por esse tipo de comunicação. E o que antes era só a fofoca que corria na cidade de boca a boca, agora é disseminado com a força do WhatsApp e das Redes Sociais.


Talvez você seja uma vítima dessas mensagens de manipulação. É quase inevitável e se você for um candidato com expressividade e chance de vitória, acostume-se! Você vai ser vítima de Fake News durante a campanha e no seu mandato.


O que nos resta é tentar levar com certo humor e tentar tirar algo de produtivo disso tudo. Mas nunca esquecendo de analisar bem antes as proporções que essa mentira pode tomar.


Antes de dar dicas do que você deve fazer ao ser atingido por uma comunicação desse tipo, eu tenho uma pequena história pra contar.


Eu não me lembro bem se foi no documentário da Netflix chamado "Privacidade Hackeada", ou numa reportagem da Rede Record.


O material abordava o tema fake news e uso de informações de milhões de pessoas para influenciar as eleições americanas.


Um grupo de pessoas foi contratado em um país da Europa Oriental para criar fake news com a candidata Hilary Clinton. Esse grupo tinha o dever de espalhar na internet notícias caluniosas, como se fossem verdade.


As coisas apareciam em sites de notícias, portais e vários outros ambientes da internet.


Mais o mais curioso é que o cara contratado nem sabia direito quem era a Hilarry, mas sabia que quanto mais absurda fosse a chamada, mais cliques a matéria teria.


Ele comenta no documentário que em dado momento, qualquer barbaridade virava notícia. Coisas do tipo: "Hillary na verdade é homem!" ou "Hillary tem 5 braços" chegaram a ser publicadas.


Enfim, o importante mesmo era falar mal dela e os leitores gostavam de coisas absurdas.


Agora, voltando a vaca fria, como vencer a Fake News?


A sugestão da Influência Política é o humor! Ria dessas mentiras, quando perceber que as pessoas estão acreditando, faça stories ou um post e rebata, sem ser agressivo, e mostre que se uma pessoa é capaz de ofender sua família, sua dignidade, usar mentiras para conseguir votos, essa pessoa não deveria ser eleita.


Reagir com humor e gravar uma resposta legal é uma boa dica. No entanto, vale a pena você analisar qual a proporção e alcance aquele material verdadeiramente tomou. Assim você não vai sair dando ibope pra qualquer bobagem.


Outro fato é que as Fake News devem ser mais utilizadas em campanhas para Prefeitos. E dependendo do tamanho da cidade ou no cenário existente, fica mais ou menos claro que candidato ou candidatos podem ter produzido aquele material.


Então mesmo rebatendo e levando na brincadeira, não esqueça de promover a denúncia junto a Justiça Eleitoral. Todo celular ou máquina deixam rastros e você pode sim acabar conseguindo identificar a pessoas que criou a mentira sobre você.


Por hoje é isso, pessoal. Espero que tenham gostado.

42 visualizações
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

contato@influenciapolitica.com

Tel.: +55 11 3231-3387

WhatsApp: +55 11 95436-5397 

Rua Rego Freitas, 553, Cj. 73
Vila Buarque, São Paulo, SP

01220-010

© 2019 por ViraLata Digital